Pressão Arterial Sistólica e Diastólica

A pressão arterial pode ser definida de uma forma bastante simples, como sendo a força que o próprio sangue, depois de bombeado pelo seu músculo cardíaco, exerce sobre as paredes dos seus vasos sanguíneos enquanto percorre cada milímetro do seu corpo, garantindo assim que todo ele receberá a “visita” do seu sangue. É indispensável que todo o seu organismo seja bombeado pelo seu sangue, pois sem isto este vai ficar “sem circulação”, podendo ate sentir algumas zonas do corpo sem reação, ou mesmo dormentes.

A circulação do seu sangue é feita através de um sistema “fechado”, isto é, a pressão exercida assim que o sangue saí do coração é a mesma durante toda a circulação no seu corpo, precisamente graças ao impulso dado pelo seu músculo cardiovascular. De uma forma geral, o seu coração tem um ritmo entre os 60 a 80 batimentos por minuto, assim todo o seu organismo recebe a quantidade de sangue necessária para que este funcione da forma correta. Em cada um desses momentos, o seu coração bombeia uma certa quantidade de sangue diretamente para a artéria aorta (que tem uma das principais funções em toda a circulação do seu corpo), sendo depois encaminhado para as inúmeras ramificações que se espalham por todas as partes do seu organismo.

A pressão arterial é medida em dois tipos, a pressão arterial sistólica e a pressão arterial diastólica. Principalmente porque esta sofre algumas oscilações ao longo do seu caminho por todo o corpo, daí existir dois valores que são necessários para definir qual é a sua pressão arterial no momento.

Pressão arterial sistólica – geralmente este valor é denominado de pressão arterial máxima, e é correspondente ao valor medido no momento em que o ventrículo esquerdo bombeia uma quantidade de sangue para a aorta. Normalmente este valor pode variar entre os 120 a 140 mmHg, sendo estes os valores mais comuns para que tenha a sua pressão dentro dos valores normais.

Pressão arterial diastólica – normalmente este valor é conhecido como a pressão arterial mínima, correspondente ao momento em que o ventrículo esquerdo volta a encher-se para retomar todo o processo da circulação. Este valor geralmente está dentro da média dos 80 mmHg.

Para que a sua saúde se mantenha uniforme e sem qualquer tipo de problema é indicado que faça a medição da sua pressão arterial, pelo menos, uma vez por mês. Assim, poderá verificar os valores da mesma consoante o tipo de vida que está a levar, e para o caso dos valores não estarem dentro dos parâmetros normais, é indicado que faça alguns cuidados e restrições durante o próximo mês até voltar a medir, e só depois, caso os valores continuem fora do normal, é que é aconselhável a visita a um médico de família para que seja encaminhado para o tipo de tratamento correto para o seu problema e para a sua saúde.

Porém, existem algumas cuidados imprescindíveis para evitar que a sua pressão arterial esteja fora dos parâmetros normais, como por exemplo, uma dieta equilibrada mas com todos os nutrientes e proteínas necessárias, a eliminação do álcool, tabaco, drogas e excesso de sal do seu dia-a-dia, e ainda a inserção (para o caso de não estar presente) do exercício físico em detrimento do sedentarismo, bastante comum nas pessoas com mais idade.

É certo que os problemas de pressão arterial têm maior tendência nas pessoas da terceira idade, no entanto, estes podem surgir em qualquer idade, principalmente quando se leva uma vida completamente desregulada e sem qualquer tipo de cuidados e restrições necessárias para o seu bom funcionamento. Esta, tal como outras doenças “silenciosas”, deve ser tratada antes mesmo de existir, isto é, o melhor tratamento que pode fazer para a “curar”, é a prevenção levada quase ao extremo, adequando o seu tipo de vida a todas as indicações que o seu médico de família e nutricionista lhe vão indicar.

Posted in Pressão Arterial | Leave a comment

Pressão Arterial Alta

A pressão arterial é um dos fatores mais importantes para que o seu organismo funcione na perfeição, principalmente porque é a pressão arterial a responsável pela “viagem” do sangue por todas as partes do nosso corpo. O seu sangue é bombeado pelo seu músculo cardíaco, e depois é ajudado pelos seus vasos sanguíneos que se contraem de forma a facilitar o seu encaminhamento para as partes do seu corpo mais afastadas do coração.

É certo que o valor da pressão arterial varia consoante a idade da pessoa, a sua raça e ainda o tipo de vida que esta leva diariamente. Se a sua vida é bastante ativa, com muito exercício físico à mistura é bastante normal que a sua pressão arterial seja um pouco mais elevada do que uma pessoa que tem uma vida extremamente calma sem qualquer tipo de preocupações (como por exemplo as crianças).

Este problema de saúde, conhecido como sendo um problema silencioso que raramente se manifesta no seu início, pode trazer-lhe imensas complicações, principalmente a nível cardíaco. Se a pressão arterial alta não se manifestar através dos seus sintomas mais comuns, é muito provável que apenas saiba que tem este problema se o seu médico de família lhe medir a tensão durante uma consulta de rotina. São poucos os sintomas que se manifestam de forma isolada, pois geralmente estes surgem em conjunto com outros problemas de saúde, daí a complexidade de diagnosticar este tipo de problema. Porém, a pressão arterial alta, ou a hipertensão como é chamada, pode trazer-lhe imensos problemas no futuro, como por exemplo os problemas cardíacos, as insuficiências renais ou mesmo os problemas neurológicos.

A hipertensão é uma doença crónica que não tem cura, no entanto é possível fazer alguns tratamentos baseados em mudanças graduais na sua vida que têm como objetivo trazer-lhe um melhor bem-estar e consequentemente um organismo muito mais saudável. O primeiro passo para isso acontecer é eliminar da sua rotina todo o tipo de toxinas prejudiciais, tais como o tabaco, as drogas e o álcool. De seguida deve fazer uma alimentação bastante equilibrada e saudável, garantindo sempre que ingere os nutrientes e proteínas necessárias para que o seu organismo funcione da melhor forma. Deve aliar a tudo isto um plano de exercícios constante, que deve ser adequado à sua idade e ao seu corpo, pois nem todas as pessoas devem fazer o mesmo tipo de exercícios.

Se estiver a fazer um tratamento medicinal recomendado pelo seu médico de família, é importante que siga à risca todas as indicações dadas pelo mesmo, incluindo toda a medicação a tempo e horas, mas nunca tomá-los de forma arbitrária, isto é, nunca se deve automedicar, pois pode ser bastante prejudicial ara a sua saúde. Para o caso de, além da pressão arterial alta, possuir diabetes, é importante que tenha tudo muito bem regulado, pois as duas doenças juntas podem mesmo vir a tornar-se fatais quando não são seguidas e controladas como devem ser.

Em suma, desde que leve uma vida bastante saudável, aliando a boa alimentação a tudo aquilo que deve evitar (álcool, drogas, tabaco e sal em excesso) e seguindo um plano de exercícios físicos adequados ao seu corpo, é muito provável que viva imensos anos com a hipertensão arterial sem qualquer tipo de problema mais sério. No entanto, assim que a doença for diagnosticada é importante que siga à risca todas as indicações do médico, pois este vai-lhe dar todo o tipo de ajudas possível para manter a sua saúde controlada, garantindo que nada muda no seu dia-a-dia, mesmo tendo os valores da pressão arterial mais elevados do que deveriam.

Posted in Pressão Arterial | Leave a comment

Pressão Arterial Normal

A pressão arterial é um dos problemas de saúde que afeta mais pessoas nos dias de hoje, principalmente porque a vida super atarefada e sem o descanso necessário levam a que esta se manifeste de uma forma muito mais clara. Esta doença é ainda considerada como um “monstro silencioso”, sendo muitas vezes igualada às cáries, que demoram imenso tempo para dar alguns sintomas para que a pessoa perceba o problema.

A pressão arterial consiste na força que o sangue passa pelos inúmeros vasos sanguíneos, bombeado pelo coração de forma a conseguir chegar a todas as partes do seu corpo. Esta é determinada consoante os batimentos cardíacos e as pausas feitas pelo músculo, por isso o seu valor é dado pela pressão arterial sistólica e pressão arterial diastólica.

Uma forma muito simples de perceber como a pressão arterial funciona é igualar o nosso corpo a uma casa, em que os nossos vasos sanguíneos é toda a canalização da mesma. Isto é, estes canos aguentam uma certa pressão da sua água a passar por eles, porém quando esta pressão diminui, a água não chega aos pontos mais elevados, e quando esta está demasiado elevada por mesmo rebentar com os canos, existir fugas ou mesmo dilatação dos canos, prejudicando assim toda a canalização existente. Assim, a canalização da casa são todos os seus vasos sanguíneos, e o seu sangue a água que passa nos mesmos, por isso é essencial que o seu sangue passe pelos vasos sanguíneos com uma pressão dentro dos limites ditos normais para que os seus vasos sanguíneos não fiquem danificados, ou culmine mesmo em outros problemas de saúde derivados disso.

Se por um lado a pressão alta pode trazer problemas bastante sérios para a sua saúde, a pressão baixa pode igualmente danificar o seu bem-estar e trazer-lhe imenso mau estar que vai estragar o seu dia-a-dia. É certo que a pessoa só sabe que está com os valores da pressão arterial diferentes do que é esperado quando sente alguns dos muitos sintomas possíveis, no entanto é imprescindível que estes encarem a precaução como um dos grandes fatores para não ter problemas no futuro.

Normalmente diz-se que os valores normais para manter a sua pressão arterial normal é os valores a rondar os 120/80mmHg, no entanto estes valores podem variar consoante o tipo de vida que cada um leva, pois se para uns alguns valores acima significa preocupação, para outros pode mesmo significar o bom funcionamento do organismo em geral, e do coração em particular.

Não existem manuais ou regras que deve seguir para manter a sua pressão arterial normal, existem no entanto alguns cuidados e dicas que deve seguir para que não tenha qualquer tipo de problema no futuro.

O primeiro passo para conseguir manter os seus valores dentro dos limites normais é manter um estilo de vida o mais saudável possível, isto é, fazer uma alimentação saudável e equilibrada (com todos os nutrientes e proteínas necessárias para o seu bom funcionamento), evitar o consumo de álcool e qualquer tipo de drogas (incluindo o consumo de tabaco) e ainda combinando tudo isso com a prática de exercício físico (sempre aconselhado por um especialista que vai indicar quais os melhores exercícios para o seu problema e para o seu organismo).

A pressão arterial alta ou baixa pode não se manifestar durante imenso tempo, como se vivesse dentro do seu organismo à espera do melhor momento para se mostrar ao mundo. O problema é que muitas vezes os sintomas são tão fortes e repentinos que surgem quando menos se espera. Em alguns casos pode causar mesmo desmaio ou perda de consciência, situações bastante complicadas para o caso de estar em casa sozinho, por exemplo. Por isso, a melhor forma de prevenir estas situações é medir a sua pressão arterial pelo menos 1 vez por mês, com ajuda do farmacêutico ou do seu médico de família.

Posted in Pressão Arterial | Leave a comment

Pressão Arterial Baixa

A hipotensão, geralmente denominada por pressão arterial baixa, consiste em possuir a sua pressão arterial abaixo dos valores ditos normais durante um período de tempo longo. Podem ocorrer momentos em que a pressão sobe ou desce momentaneamente, mas esta apenas é considerada perigosa se os seus valores se mantiverem fora dos normais durante um período de tempo elevado. A pressão arterial consiste na força em que o sangue é bombeado pelo coração para que seja possível este chegar a todas as zonas do seu corpo, por isso, se esta pressão está com valores abaixo do normal o seu sangue não vai chegar a todas as zonas, podendo assim causar graves problemas.

A pressão arterial está dividida em dois momentos, a pressão sistólica que é medida quando o coração está a bombear o sangue e a pressão diastólica que é medida entre os batimentos cardíacos, por isso a pressão é medida em dois valores totalmente diferentes, em que em situação alguma estes podem ser iguais, pois é sinal que algo está mal. Os valores geralmente são sempre em valores semelhantes a 120/80mmHg, no entanto não existe uma combinação de valores obrigatória, pois ao longo do dia a pessoa está sujeita a vários momentos diferentes e por isso a sua pressão arterial vai mudar. No entanto, valores acima dos 140/90 mmHg geralmente são considerados de demasiado elevados (a não ser que o tipo de vida a pessoa assim o permita) ou valores abaixo dos 120/80 mmHg são considerados demasiado baixos.

Existem vários tipos de pressão arterial baixa, e esta varia consoante o organismo da pessoa e até o tipo de vida que esta mantém no seu dia-a-dia. A pressão arterial baixa pode-se dividir em três tipos: primária, secundária e postural.

Pressão arterial primária – ter este tipo de pressão arterial não significa necessariamente ter um problema de saúde, no entanto é importante que saiba que esta pode trazer algumas manifestações ao seu organismo que podem deixá-lo desconfortável. Este tipo de pressão arterial manifesta-se através do cansaço em excesso sem motivos aparentes, uma sonolência exagerada, o excesso de momentos de transpiração sem razão aparente, a dificultar em fazer a digestão, a presença de muitas dores de cabeça normalmente na zona da nuca, a palidez constante ou até a dormência dos extremos dos membros (pés e mãos). Normalmente isto não trás grandes complicações para a sua saúde, no entanto nas descidas drásticas e repentinas da pressão pode causar o desmaio ou mesmo a perda de forças no corpo.

Pressão arterial secundária – este tipo de pressão arterial pode derivar de outros problemas no organismo (por exemplo: insuficiência cardíaca) que têm como principal consequência a diminuição da quantidade de sangue enviada para a rede vascular. No caso da pessoa ingerir drogas ou álcool, é bastante fácil de detetar a hipotensão secundária, mas nos outros casos pode ser necessários vários exames diferentes para confirmar o diagnóstico sem errar no tipo de hipotensão.

Pressão arterial postural – este tipo de pressão arterial ocorre depois de momentos longos em que a pessoa está sentada ou deitada e se levanta de forma repentina. Nos momentos de descanso o sangue está distribuído por todo o corpo, e se a pessoa se levanta de forma repentina este terá tendência para se acumular nos extremos dos membros inferiores, sendo assim bastante difícil deste chegar ao cérebro, causando até desmaios ou perda de consciência momentânea.

O tratamento para a pressão arterial baixa depende do tipo de vida que leva, do tipo de hipotensão que possui e ainda dos sintomas que tem, pois estes podem variar de pessoa para pessoa sem motivo aparente. Se a pessoa tem uma saúde estável, as descidas drásticas da pressão arterial (normalmente denominadas de quebra de tensão) é tratável através de um momento de relaxamento, deitada com as pernas levantadas e respirando fundo levemente. No entanto, se depois de alguns minutos nesta posição os sintomas se mantiverem é melhor recorrer ao hospital rapidamente pois poderá estar prestes a perder a consciência pela insistência dos sintomas.

Posted in Pressão Arterial | Leave a comment

Hipertensão Arterial

A hipertensão é uma das doenças que ataca mais pessoas na sociedade portuguesa nos dias de hoje, mesmo que seja uma doença que apenas é detetada muito tempo depois de a possuir, são muitos os doentes que recorrem a medicação regular para a manter controlada. Esta doença é muitas vezes igualada a uma cárie, isto é, ela pode estar no nosso organismo durante imenso tempo sem que reparemos nela, apenas quando esta começa a ficar bastante grave é que começa a transmitir dor e é quando ela é detetada.

Este tipo de doença, pode trazer inúmeros problemas de saúde no futuro, por isso é essencial que vigie a sua pressão arterial pelo menos 1 vez por mês, sabendo assim como esta se comporta nas várias épocas do ano.

A hipertensão apenas é considerada uma doença quando os seus valores se mantêm demasiado altos em relação aos valores normais. É bastante comum que os valores da sua pressão arterial variem consoante a sua atividade diária, pois isso seria inconsciente considerar que sofre de hipertensão apenas por algumas subidas em momentos esporádicos. Assim, é importante que faça vários testes e medições para garantir que a sua pressão arterial está mesmo alterada, os mais indicados é fazer medições a cada 15 minutos durante algumas horas, mesmo modificando o seu ritmo diário, se esta se mantiver alta pode mesmo traduzir-se num problema de saúde grave.

A hipertensão é um problema crónico, isto é, não é possível uma cura, é no entanto possível controlar os seus valores para que a sua saúde não fique afetada. Esta doença pode vir a trazer muitos efeitos negativos para a sua saúde, principalmente a nível cardíaco, pois a hipertensão obriga a que o seu músculo cardíaco, o coração, trabalhe de uma forma mais bruta para conseguir levar o sangue a todas as partes do seu corpo. Esta força excessiva por parte do coração pode causar dilatação, podendo assim fazer o coração não atingir os seus objetivos, originando angina de peito. Existem ainda outros problemas relacionados com o seu coração que podem derivar da hipertensão, como por exemplo: enfarte do miocárdio, arritmia cardíaca, acidente vascular cerebral (avc), disfunções renais, etc.

Existem inúmeros fatores que podem originar a hipertensão numa pessoa, porém, existem dois tipos de hipertensão que variam consoante as causas do problema. A Hipertensão Essencial, onde não existe uma causa aparente mas sim um conjunto de fatores, como por exemplo: o excesso de peso no corpo, uma alimentação desequilibrada, o consumo excessivo de álcool e tabaco, o sedentarismo ou mesmo a toma de alguns medicamentos. A hipertensão Secundária, tem como causas um problema de saúde específico como por exemplo: as doenças renais, o aumento da produção hormonal das glândulas supra-renais ou mesmo a doença iatrogénica (apenas nas mulheres que tomam a pílula).

Mesmo a hipertensão sendo uma doença crónica, é bem possível evitar que esta surja no seu organismo, no entanto para que isso aconteça é importante que siga à risca alguns cuidados diariamente. Deve manter o seu peso dentro do aconselhável para a sua idade e altura, deve praticar exercício físico aconselhado para o seu corpo e para a sua idade, deve ingerir a quantidade mínima de sal na comida, assim como todo o tipo de calorias e alimentos gordos (estará ainda a beneficiar com uma alimentação equilibrada que vão ajudar no seu bem-estar), e deve evitar viver constantemente com preocupações ou num estado der nervosismo elevado.

Em suma, existem milhões de pessoas que vivem diariamente com o problema de hipertensão, no entanto não é aconselhável que não o trate o problema assim que este seja diagnosticado. O avanço do problema pode trazer problemas bastante sérios para si e para a sua vida, no entanto com o acompanhamento adequado do seu médico de família e seguindo todas as suas indicações é possível viver com o problema de uma forma extremamente confortável.

Posted in Pressão Arterial | Leave a comment

Pressão Arterial

A pressão arterial está dentro dos nossos vasos sanguíneos, resultado do batimento cardíaco e da contração dos nossos vasos sanguíneos quando o nosso sangue passa pelos mesmos para se espalhar pelo nosso organismo. Os nossos vasos sanguíneos funcionam como uma autêntica bomba para que o nosso sangue chegue a todas as partes do corpo, contraindo-se assim que o sangue passa para que este avance, “tarefa” essencial para que o sangue chegue aos pontos mais distantes do coração, como as pontas dos pés por exemplo.

Esta pressão arterial vai variando consoante a forma como encara o seu dia, ou seja, conforte o esforço que o seu organismo faz para realizar todas as tarefas diárias a que se tem que propor. Assim, a sua pressão arterial vai aumentar se estiver a realizar tarefas que envolvam o esforço físico, mas vai baixar e manter-se ao nível denominado de normal, quando estiver a descansar ou mesmo a dormir. No entanto, a própria postura que mantem ao longo do dia faz com que a pressão arterial se altere, pois se tiver largos momentos em pé, sem se deslocar ou sentar, é necessário que a sua pressão arterial aumente, fazendo assim com que o seu sangue chegue a todas as partes do corpo. No caso de a sua pressão arterial não estar de acordo com o que é pretendido, combinando com a imobilidade do seu corpo, algumas partes podem ficar dormentes pela farta de pressão no sangue.

A sua pressão arterial deve estar bastante bem controlada, pois quando esta está demasiado baixa ou alta pode repercutir-se em problemas de saúde bastante graves. O melhor mesmo é controlar a sua pressão arterial através de uma vida bastante saudável, combinando uma alimentação equilibrada (consequentemente vai melhorar a sua saúde e ainda manter um peso adequado ao seu organismo) e a prática do exercício físico (sempre adequando os exercícios ao seu corpo). Deve ainda medir a sua tensão, pelo menos uma vez por mês, seja com o seu médico de família ou mesmo na farmácia de serviço da sua cidade, que tem profissionais que o vão ajudar a fazer isso. Pode ainda comprar um medidor para casa e fazer a medição em casa, desde que saiba exatamente como proceder para o caso dos valores não estarem de acordo com o que é suposto. Em relação à sua alimentação é importante que siga uma dieta equilibrada, evitando todo o tipo de alimentos ricos em gorduras, pois são estes os alimentos ricos em colesterol, bastante prejudicial à sua saúde. Deve ainda evitar todo o tipo de tensões no seu dia-a-dia, levando uma vida bastante calma e serena, evitando sempre momentos em que o seu estado nervoso vai subir e fazer assim a pressão arterial subir também.

Depois de medir a sua pressão arterial é importante saber se esta está dentro dos valores normais ou se é necessário iniciar algum tipo de tratamento. Se os valores não estiverem de acordo com as recomendações médicas, deverá contactar o seu médico de família para perceber quais os cuidados a ter para que mantenha uma vida minimamente saudável.

Lembre-se que a pressão alta é uma doença crónica, isto é, não existe cura. No entanto existem alguns cuidados que deve ter para que a pressão alta, mesmo estando presente no seu organismo, seja controlada o suficiente para que não prejudique o seu bem-estar.

A pressão arterial deve estar constantemente vigiada para que o seu organismo funcione da forma como é devido. Se os valores da pressão arterial não estiverem de acordo com os valores normais, é bem provável que se sinta cansado, mal disposto ou mesmo com algumas dores que podem vir a tornar-se bastante mais sérias num futuro, principalmente se a pressão alta não for bem controlada.

Posted in Pressão Arterial | Leave a comment

Pressão Alta

O coração é um órgão fundamental para o bom funcionamento do nosso organismo, se este não estiver a funcionar da melhor forma, o seu sangue não vai chegar da forma adequada a todo o seu corpo e isso vai prejudicar o seu bem-estar e a boa forma. Nos espaço de um minuto, o mesmo bate entre 60 a 80 vezes, bombeando cerca de 5 a 6 litros de sangue para todo o nosso corpo, este é o seu ritmo normal para que a sua saúde não seja afetada de alguma forma.

A pressão arterial é, de uma forma genérica, a força com que o nosso coração bombeia o sangue pelos nossos vasos sanguíneos, sendo que deve ter um valor médio para que nem os vasos sanguíneos nem os órgãos que o recebem sejam afetados. Esta pressão pode ser alterada consoante o volume do sangue, geralmente denominado de viscosidade, da própria frequência cardíaca, ou seja dos batimentos cardíacos a cada minuto, e até da forma como os vasos sanguíneos se comportam, ou seja da sua elasticidade.

A pressão alta é um problema bastante comum nos dias de hoje na maioria dos adultos da nossa sociedade, no entanto são poucos os que têm conhecimento que possuem esse tipo de problema, pois a pressão alta pode passar despercebida durante imenso tempo até que esta se mostre, através de mau estar bastante desagradável.

De uma forma geral, salvo raríssimas exceções, a pressão alta é um problema de saúde crónico, isto é, não existe uma cura definitiva para a eliminar da sua vida. No entanto, é facilmente controlável através de uma vida bastante saudável, com uma alimentação cuidada e um estilo de vida bastante ativo, assim como uma pequena mudança de hábitos.

Os valores normais da pressão arterial devem estar abaixo dos 140mm Hg/90mm Hg, caso o valor apresentado assim que mede a sua pressão seja superior a esses valores então é sinal que está com pressão alta. Este tipo de situações pode acontecer por diversos motivos: exercício físico em excesso, nervosismo esporádico, preocupações com os problemas diários, consumo de drogas, álcool, tabaco ou café em excesso, entre outros excessos na sua alimentação. No entanto, são muitos os casos em que não se sabe qual é o motivo que está a fazer a sua pressão alta, pois além dos motivos falados anteriormente, existem doenças específicas que podem fazer a pressão aumentar. Existe ainda uma cerca hereditariedade na pressão alta, isto é, se os pais têm problemas de pressão alta é muito comum que os seus filhos herdem esse tipo de problema, mesmo não sendo um problema genético, é bastante comum pois os hábitos são bastante semelhantes.

Este tipo de problema pode ser bastante prejudicial para a sua saúde diária e pode mesmo culminar em problemas sérios para o seu futuro. Normalmente há pessoas que vivem imensos anos com a pressão alta e não têm qualquer problema, mas este tipo de problemas pode vir a tornar-se num assunto bastante sério e até fatal, pois é a pressão alta um dos grandes fatores que impulsiona as hipóteses de sofrer de um enfarte, de um derrame cerebral ou mesmo a perda de visão.

Infelizmente não existe uma cura definitiva, no entanto existem alguns tratamentos que pode seguir para aliviar os problemas que advém ressão alta. Em primeiro lugar deve começar o seu tratamento por uma alimentação equilibrada e saudável (o mais adequado é reduzir o consumo de sal), aliando tudo isto a um estilo de vida ativo e à prática de exercício físico (sempre adequado ao tipo de vida que leva e ao que o seu organismo aguenta) é meio caminho para fazer a sua pressão arterial baixar.

Posted in Pressão Arterial | 1 Comment